Espécie de árvore considerada extinta é encontrada novamente

Uma espécie de árvore que pensava-se que estivesse extinta acaba de ser descoberta em um dos jardins da rainha em Edimburgo, na Escócia. Os Olmos (ou Ulmus ‘Wendworthii Pendula’) foram encontrados escondidos à vista de todos durante uma recente pesquisa botânica nos jardins que rodeiam o Palácio de Holyroodhouse, que é a residência oficial da rainha na Escócia.

 
O mais estranho é que as árvores não eram difíceis de serem percebidas, já que elas possuem em torno de 30 metro de altura, e eram as duas árvores mais fotografadas no jardim. Mas, aparentemente, ninguém tinha percebido que elas eram a espécie “extinta”.

 

Max Coleman do Royal Botanic Garden, diz que a razão pela qual a árvore passou despercebida por tanto tempo pode ser porque essa espécie de Olmos não era muito comum. “Se você procurar a árvore em algum livro, você provavelmente não vai encontrar muita coisa sobre ela”, explicou ele.
A espécie foi praticamente eliminada da Grã-Bretanha na década de 1970, devido a uma epidemia da doença do olmo holandês, que matou entre 25 e 75 milhões de Olmos em todo o Reino Unido. Os especialistas estão agora considerando a ideia de propagar novamente a espécie e restaurá-la em outras partes da Grã-Bretanha – e parte disso envolve tentar descobrir por que essas árvores sobreviveram a tal doença.

“É muito provável que a única razão pela qual estes olmos raros sobreviveram é porque a Câmara Municipal de Edimburgo removeu todos os Olmos doentes desde os anos 1980”, disse Coleman. “Sem esse trabalho, muitos mais Olmos em Edimburgo teriam sido perdidos. O sucesso deste programa pode ser parcialmente demonstrado na forma como as espécimes raras foram preservadas”, concluiu ele. [ScienceAlert]

 

Sou natural de Conceição do Coité, na Bahia e atualmente trabalho com a divulgação científica na internet, principalmente nas páginas Climatologia Geográfica, Novo Cientista, Universo Racionalista e Mistérios do Mundo. E também na Mistérios do Espaço e Blogando Ciência, nos quais foram fundados por mim mesmo. Também adoro ler livros, sou apaixonado pela astronomia, e no futuro pretendo cursar astrofísica.

Comentários