English EN Português PT Español ES

Retrospectiva Astronômica 2015

Ontem, foi postado uma publicação mostrando os eventos astronômicos para 2016, porém nós devemos também fazer uma retrospectiva dos eventos e descobertas que ocorreram no ano de 2015 na área da Ciência, no qual obtivemos muitas coisas fascinantes. Segue abaixo, um top 5 dos acontecimentos que mais repercutiram no ano de 2015:

Plutão e a Sonda New Horizons

O maior resultado científico do ano, se não da década, foi a revelação feita pela sonda New Horizons dosobre o planeta anão distante congelado de Plutão, no qual é tão ativo quanto qualquer um que já se havia explorado.

O material orgânico de coloração laranja registrado na superfície, montanhas com quilômetros de gelo de água e recentemente a descoberta de uma atmosfera em colapso, fizeram de Plutão um planeta incrivelmente emocionante e que fez a New Horizons enfrentar jornada de uma década, mostrando que valeu a pena esperar cada segundo pelos resultados obtidos.

Água (mas não atmosfera) em Marte

O anúncio de que Marte tem água corrente em sua superfície estéril foi de enorme importância (pelo menos na Terra), já que onde não há água corrente, não há vida. Isso significava que precisamos reavaliar as condições em que a água pode existir e, portanto, as possibilidades para a vida.

image-20151209-3288-1qfxhw2

O planeta vermelho entrou na lista por causa da incrível descoberta da NASA, de que o sol era responsável pela remoção da atmosfera marciana, virando um mundo rico em água a quase quatro bilhões de anos atrás, e se tornando hoje um deserto inóspito.

Philae e a comunicação com a Terra (e mais descobertas da Sonda Rosetta)

A ideia de que existe uma nave espacial pousada em um cometa ainda me surpreende.

#WakeUpPhile se tornou realidade em 2015 é um grande motivo para caracterizar a Sonda Rosetta a fim de explorar as descobertas científicas de um cometa, tais como como as icônicas formas de cauda de um cometa a partir do gelo, bem como a descoberta de material orgânico. Estes compostos são os precursores de vários aminoácidos diferentes como os encontrados em organismos da Terra, ou seja, objetos como o Cometa 67P poderiam ter trazido os ingredientes para a vida nos primórdios do planeta.

Exoplanetas descobertos por Kepler

A nave espacial Kepler da NASA continuou a procurar exoplanetas em torno de estrelas em nossa Via Láctea, elevando o total para 1.030 exoplanetas confirmados (com milhares de outros candidatos a ser seguido).

This artist’s impression shows the planet orbiting the Sun-like star HD 85512 in the southern constellation of Vela (The Sail). This planet is one of sixteen super-Earths discovered by the HARPS instrument on the 3.6-metre telescope at ESO’s La Silla Observatory. This planet is about 3.6 times as massive as the Earth lis at the edge of the habitable zone around the star, where liquid water, and perhaps even life, could potentially exist.

Uma das descobertas mais excitantes era de um exoplaneta rochoso similar em tamanho à Terra, orbitando uma estrela semelhante ao Sol, “primo” da Terra. Embora isto esteja  longe de dizer que é ela é parecida com a Terra. Não sabemos se Kepler-452b é habitável, como ainda não podemos medir sua atmosfera.

No entanto, um exoplaneta rochoso que orbita na “zona habitável” adequada para a água líquida existir, foi um enorme passo em frente em nossa busca final para Terra 2.0 e encontrar vida fora da Terra.

Perdido em Marte

Raramente nós encontramos um filme que transmita a ciência tão bem que poderia ser considerado um recurso educacional, mas o filme “Perdido em Marte” conseguiu.

image-20151209-3269-17cm8sp

Foi-se levado uma grande consideração excepcionalmente detalhado da física da dinâmica orbital, sistemas de suporte à vida, astrobiologia e alguns momentos comoventes do custo de exploração do espaço para os astronautas, tanto quanto para suas famílias deixadas para trás.

No futuro, poderemos olhar para trás neste momento como a maior razão pela qual 2015 teve uma safra abundante de eventos astronômicos.

Fonte: IFLScience

Fundador e dono de todos os projetos da Climatologia Geográfica e Novo Cientista e redator/social media nos dois sites. Adoro viajar pelo mundo e desfrutar da natureza. Adicionem o perfil pessoal: https://www.facebook.com/IsaiasMarquesJunior

Comentários