Descobriram uma tecnologia que permite criar metal líquido

Um grupo de cientistas do Instituto Real de Tecnologia, em Melbourne, na Austrália, cujo estudo foi publicado na revista Nature Communications, fez progressos consideráveis na criação de um metal líquido extremamente maleável, semelhante ao material do vilão de O Exterminador do Futuro 2.

Enquanto os cientistas não possuem avanços bons o suficiente para recriarem o temível robô T-1000, que pode mudar de forma e se transformar em qualquer objeto, o novo estudo traz a possibilidade da criação do material deste robô: o metal líquido.

É um metal maleável e autopropulsivo, uma inovação que promete uma realidade em que mecanismos baseados neste material possam ser mais parecidos com os seres vivos, já que os componentes dos sistemas poderiam se mover de forma autônoma e se comunicarem uns com os outros para a formação de novos circuitos, como se fossem células vivas. Tudo isto graças à capacidade de mudar sua forma e se mover, ao contrário dos dispositivos existentes, feitos com componentes em estado sólido.

Em seus experimentos, os cientistas descobriram que gotículas de metal líquido imersas em água podem se mover de forma autônoma. Os investigadores não usaram estimulantes mecânicos, eletrônicos ou ópticos externos.

A chave da autopropulsão é unicamente química. Para deslocar as gotas, os cientistas mudaram as concentrações de componentes ácidos, bases e sais na água. [Nature Communications]

Comentários
Carregando...