Artigos científicos, notícias e muito mais.

Encontram em Chipre uma rica tumba de 3.500 anos

Vários objetos de ouro e mais de uma centena de vasos de cerâmica ricamente decorados foram encontrados na antiga cidade cipriota de Hala Sultan Tekke. Os restos de um dos maiores túmulos da Idade do Bronze na ilha atestam a importância de Chipre como um centro comercial entre 1600 e 1150 a.C., relata a Archeology Magazine. A descoberta dos bens se deve graças aos arqueólogos suecos da Universidade de Gotemburgo.

Na sepultura, que tinha os restos mortais de oito crianças e nove adultos, foram encontrados objetos de ouro como uma tiara, pérolas, brincos, pedras preciosas e vasos de cerâmica de diferentes culturas. Isto confirma o papel central de Chipre no comércio da época.

Nós encontramos evidências na cidade da existência de uma produção em grande escala. Seus produtos eram utilizados para o comércio com o Egito, Anatólia, Levant, Mesopotâmia, Creta e com a Grécia, o que explica as ricas descobertas importadas”, diz Peter Fischer, professor de arqueologia do Oriente Médio e Chipre, que tem trabalhado nas escavações desde 2010.

O professor também disse que na primavera de 2017 as escavações devem revelar outras partes da cidade.

A medida que a integridade de ambas as áreas é ameaçada por atividades agrícolas [erosão] há mais necessidade de agir rapidamente para proteger o nosso patrimônio cultural comum antes de ser destruído para sempre”, conclui.

[Archeology Magazine]

Comentários
Carregando...