Artigos científicos, notícias e muito mais.

Estudo descobre que há quase 1 bilhão de fumantes no mundo

Originalmente por Sara Miller, em LiveScience

Cerca de 1 bilhão de pessoas em todo o mundo acendem cigarros todos os dias, descobriu um novo estudo. Os resultados sinalizam aos especialistas que, apesar do progresso na redução do número de fumantes, ainda é necessário mais trabalho para reduzir o consumo de tabaco, disseram os pesquisadores.

Curiosamente, os pesquisadores descobriram que, embora a porcentagem de pessoas que fumam tenha diminuído, o número total de fumantes realmente aumentou, graças ao crescimento populacional, de acordo com o estudo publicado em 5 de abril na revista The Lancet.
Em outras palavras, por haver mais pessoas na Terra, há mais fumantes. Mas em comparação com a população global, a percentagem de pessoas que fumam é menor do que há 25 anos.

“O crescimento no número absoluto de fumantes diários ainda supera o declínio global nas taxas diárias de tabagismo, indicando a necessidade de evitar que mais pessoas comecem a fumar e de encorajar os fumantes a pararem”, disse Emmanuela Gakidou, professora de saúde global no Instituto de Métricas de Saúde e Avaliação da Universidade de Washington, em um comunicado.
No estudo, os pesquisadores analisaram os dados sobre fumantes em 195 países e territórios entre 1990 e 2015.

Em geral, descobriram que aproximadamente 933 milhões de pessoas fumavam diariamente em 2015. A população mundial subiu de 5,3 bilhões para 7,2 bilhões de pessoas no período de 1990 a 2015, de acordo com as estatísticas do Censo dos EUA.
Mais de 80% destes fumantes diários em 2015 eram homens, de acordo com o estudo. Os pesquisadores descobriram que, em todo o mundo, 1 em cada 4 homens fuma todos os dias, em comparação com 1 em cada 20 mulheres. As taxas diárias de tabagismo entre homens os diminuíram de 35% em 1990 para 25% em 2015, e as taxas diárias de tabagismo entre as mulheres diminuíram de 8% em 1990 para 5% em 2015.
Mais de metade dos homens fumantes do mundo viveu em apenas três países em 2015, descobriram os pesquisadores. A China tinha aproximadamente 254 milhões de fumantes, a Índia tinha cerca de 91 milhões e a Indonésia tinha cerca de 50 milhões.
Embora a China, Índia e Indonésia tenham o maior número de homens fumantes, foi a nação insular do Pacífico de Quiribati que teve as maiores taxas de fumantes do sexo masculino. Quase 50% dos homens em Quiribati fumava diariamente em 2015.

Os países com maior número de mulheres fumantes em 2015 foram os Estados Unidos (17 milhões de fumantes), a China (14 milhões de fumantes) e a Índia (13,5 milhões de fumantes). Juntos, esses três países representaram pouco mais de um quarto das mulheres fumantes em todo o mundo.

A maior taxa de tabagismo feminino em 2015 foi na Groenlândia: Os pesquisadores descobriram que 44% das mulheres no território dinamarquês fumavam diariamente, de acordo com o estudo.
Mais de 11% das mortes em todo o mundo foram causadas pelo tabagismo em 2015, de acordo com o estudo, e pouco mais de metade dessas mortes ocorreu em quatro países: China, Índia, EUA e Rússia.

Comentários
Carregando...