Artigos científicos, notícias e muito mais.

Grande parte dos casos de câncer nos EUA podem ser ligados à obesidade

Com informações de LiveScience

De acordo com uma nova pesquisa, estar acima do peso ou obeso aumenta o risco de pelo menos 13 tipos diferentes de câncer. O câncer cerebral, de esôfago, tireoide, vesícula biliar, estômago, pâncreas, rim, útero e cólon representam 40% dos pacientes de câncer dos Estados Unidos, e estão dentro os que podem ser afetados pela obesidade.

Na pesquisa, publicada no dia 3 de outubro no Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, os cientistas descobriram que somente em 2014, mais de 630 mil estadunidenses sofreram com algum tipo de câncer relacionado à obesidade.

Segundo os pesquisadores, a relação entre um Índice de Massa Corporal (IMC) elevado e o câncer ainda não é bem conhecida pelos especialistas. Apesar de sabermos que a obesidade favorece os problemas cardiovasculares e o diabetes, por exemplo, pouco é conhecido sobre os reais efeitos dela no desenvolvido de câncer.

A Agência Internacional de Pesquisa sobre Câncer, um dos braços da Organização Mundial da Saúde, afirma que existem evidências suficientes para indicar que o excesso de gordura corporal tem ligação com pelo menos 13 tipos diferentes de câncer. Segundo a pesquisa, o excesso de peso pode aumentar a produção de certos hormônios responsáveis pelo desenvolvimento do câncer.

Para chegar a esses resultados, os pesquisadores utilizaram dados do governo americano de 2014 sobre as taxas de câncer no país. Além disso, usaram dados de 2005 até 2014 para analisar mudanças que ocorreram nas taxas de determinados tipos de câncer. Uma limitação do estudo, no entanto, é que eles não levaram em consideração o IMC dos pacientes, nem seus pesos corporais.

O que os pesquisadores descobriram, de fato, é que os tipos de câncer relacionados ao sobrepeso aumentaram consideravelmente entre os jovens. De 2005 até 2014, houve um aumento de 1,4% em casos de câncer relacionados ao sobrepeso e obesidade entre pessoas com 20 a 49 anos, comparado com um aumento de 0,4% entre esses casos entre pessoas de 50 a 64 anos. Além disso, praticamente a metade dos casos de câncer em pessoas mais jovens que 65 anos pode ser relacionada à obesidade.

A pesquisa também descobriu que as pessoas que sofrem de sobrepeso ou obesidade possuem o dobro de chance de desenvolver câncer de esôfago, em relação às pessoas com peso dentro do recomendado. O mesmo ocorre com o câncer de estômago, esôfago, rim e fígado.

“Os problemas relacionado ao câncer causado pelo sobrepeso e obesidade pode ser reduzido por meio de esforços de prevenção e controle. Estratégias abrangentes de controle do câncer, incluindo o uso de intervenções baseadas em evidências para promover o peso saudável, poderia ajudar a diminuir a incidência desses tipos de câncer nos Estados Unidos”, escreveram os pesquisadores.

Comentários
Carregando...