Artigos científicos, notícias e muito mais.

Os antitranspirantes podem mudar algo em sua pele

O uso de antitranspirante ou desodorante pode ser uma boa maneira de ajudar a diminuir o seu odor corporal – mas isso é uma boa ou uma coisa ruim para a saúde da nossa pele? Os cientistas não sabem ao certo.

Pesquisadores nos EUA descobriram que a utilização destes produtos de higiene pessoal na sua pele afeta significativamente o tipo e a quantidade de vida bacteriana na sua axila. Enquanto não há nenhuma evidência de que isso seja necessariamente prejudicial para a saúde humana, os pesquisadores dizem que é possível que estes micróbios naturais possam servir para um propósito benéfico, e isso poderia significar que não estamos fazendo nenhum favor a nós mesmos alterando-los.

“Milhares de espécies de bactérias têm o potencial de viver na pele humana, em particular na axila”, disse o ecologista Rob Dunn, da North Carolina State University. Para avaliar o impacto da vida microbiana ao usar desodorante ou antitranspirante, os pesquisadores estudaram 17 participantes ao longo de oito dias.

O grupo era composto por três sub-grupos: sete pessoas que rotineiramente utilizavam antitranspirante, o que reduz a quantidade suamos; cinco participantes que rotineiramente utilizavam desodorante, que muitas vezes inclui etanol ou outros antimicrobianos para matar os micróbios causadores de odor, e cinco pessoas que não usaram nenhum dos dois. Os participantes tiveram esfregaços (amostra orgânica) tirados de suas axilas duas vezes por dia durante o experimento.

No início do estudo, os participantes estavam seguindo sua rotina de higiene pessoal normal, mas a partir de dois atá seis dias, não foi utilizado nenhum antitranspirante ou desodorante. Nos dois últimos dias, todos os participantes usaram antitranspirante.

“Descobrimos que no primeiro dia as pessoas que utilizam antitranspirante tinham menos micróbios em suas amostras, do que as pessoas que não usavam o produto – mas não havia um monte de variabilidade, o que torna difícil tirar conclusões definitivas”, disse Julie Horvath, da North Carolina Central University. “Além disso, as pessoas que usaram o desodorante tinham mais micróbios, do que aqueles que não utilizaram o produto.”, disse a pesquisadora.

Quando todos os participantes não usaram os produtos, a quantidade de bactérias em suas axilas era bastante normal, mas quando todo o grupo começou a usar os antitranspirantes, os pesquisadores descobriram uma redução drástica no crescimento microbiano. Isto sugere que, embora o uso de antitranspirantes pareça diminuir as populações microbianas, os desodorantes parecem aumenta-las. [ScienceAlert]

Comentários
Carregando...